DO MEU BAÚ (III) – Em nome do bispo, Cursino de Siqueira classificou Zé Vanildo de não “recomendável” para dirigir a Caturité e Kenedy Sales de “formalmente mentiroso”

Em 29 de fevereiro de 2008 recebi uma correspondência do saudoso José Cursino de Siqueira, admirável figura que relevantes serviços prestou a Campina Grande,

O DANTESCO E O GROTESCO.

Ao longo da vida (e já se vão mais de seis décadas) – sempre cri na Humanidade de forma pia e honesta, apesar do

O FLUIR DA IMPERMANÊNCIA.

Iria enveredar meu porfiar de linhas no lombo dos abjetos arrivistas – mas em breve a eles volverei – logo e a tempo certo.

CORRUPÇÃO, SONEGAÇÃO E PRIVILÉGIOS: A FESTA DO CHORUME HUMANO OU A ARTE DA HIPOCRISIA?

De há muito, quiçá antes do próprio Descobrimento, já se saqueava esta terra brasilis, mãe de todos nós – de todas as formas e

AS ASAS DO SILÊNCIO.

“...esse silêncio vivo, que é, daqui de baixo, a eternidade começada”.  FRANÇOIS MAURIAC,  Mémories interieurs.  O meu silêncio é um passarinho, que dorme comigo

“O OUTRO LADO DO CAMINHO”

Tomei da famosa, inspirada e consoladora Oração de Santo Agostinho, um dos Padres da Igreja Católica Apóstolica Romana, o título que encima essas letras

A TRAVESSIA DO DESERTO (I) 

“O homem andava em círculos, a esmo, há dias ou meses, quiçá anos, não sabia ao certo eis que tudo lhe era incerto -

SOBRE NOSSOS OLHOS 

Foi de forma lenta e imperceptível, em princípio, que a tessitura tenebrosa começou sem [dar] o mínimo ar de sua presença nefasta, até moldar-se

A fila da desumanidade.

Vão chegando aos poucos, cedinho da manhã, silenciosos, encarapitados em suas vestes surradas pelos desatinos e intempéries da vida, os rostos vincados pelas marcas

Antes do fim do baile.

(Livremente inspirada em Jorge Luís Borges) Foi pouco antes da pandemia que o vira macambúzio na calçada dos Correios com um enorme embrulho nas