Hospital Universitário de Campina Grande vai reabrir leitos para pacientes com covid-19

22/12/2020

O Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC-UFCG/Ebserh) vai reabrir os leitos destinados ao tratamento da covid-19 atendendo solicitação dos gestores de saúde do âmbito municipal e estadual. O intuito é fortalecer a assistência prestada para a população de Campina Grande e municípios vizinhos em decorrência do aumento do quantitativo de casos registrados da doença.

Serão ofertados inicialmente 10 leitos de UTI e 6 de enfermaria. Com a experiência adquirida da primeira vez que o HU ofereceu tais leitos, pretende-se, agora, manter muitos dos procedimentos prestados pelo hospital, como consultas, exames e algumas cirurgias, de maneira a não prejudicar os atendimentos oferecidos à população.

Ao longo desta semana, será providenciado edital de convocação de novos profissionais do processo seletivo emergencial da Ebserh, para compor a força de trabalho que estará à frente dos atendimentos aos pacientes com covid, possibilitando, assim, a manutenção de algumas das atividades regulares do hospital.

A previsão de abertura dos leitos direcionados à covid-19 é na próxima segunda-feira (28).

Participação no enfrentamento à covid-19


Em maio deste ano, o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC-UFCG) iniciou a oferta de leitos para covid-19. As atividades da ala destinada a essa enfermidade encerraram em agosto, quando os casos estavam em declínio em Campina Grande. Durante os três meses em que a UTI covid esteve em funcionamento foram atendidos 66 pacientes.  

Para promover a assistência adequada ao paciente, bem como ativar o Comitê Gestor Interno de Enfrentamento e Combate à Covid-19, o Hospital Universitário elaborou Plano de Contingência, que já está em sua 5ª versão, com o objetivo de auxiliar a instituição na resposta ao enfrentamento da doença, apontando as responsabilidades do HU.

Sobre a ebserh

Desde dezembro de 2015, o HUAC-UFCG é filiado à Rede Hospitalar Ebserh. A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), vinculada ao Ministério da Educação (MEC), foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, contribuem para a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte: Assessoria




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias