Especialista destaca os cuidados para evitar contaminação pela covid-19 na volta às aulas

05/02/2021

Saber que as aulas presenciais estão liberadas é uma das melhores notícias que pais, mães, escolas e as crianças puderam ouvir após um ano tão atípico. Na Paraíba, o retorno está acontecendo de modo gradativo, funcionando de forma híbrida, com rodízio de alunos por dias da semana ou totalmente presencial em algumas escolas. Essa volta as atividades em meio a uma pandemia requer cuidados especiais e atenção redobrada de pais, educadoras e crianças.
 
A pediatra do Hapvida em João Pessoa, Sheilla Peixoto, orienta que crianças a partir de um ano já podem frequentar o ambiente escolar, isso porque nessa faixa etária as chances de desenvolver quadros graves da doença são menores. Ela orienta que os ambientes devem ser limpos constantemente e é preciso atenção especial com a limpeza das mãos e utensílios. Ao chegar em casa retirar roupas e calçados e deixar em local isolado, higienizar o material escolar e tomar banho completo de forma imediata.
 
“Apenas 7% da população com diagnóstico de covid-19 está na faixa etária pediátrica. Desse total, 3% evolui para internamento e menos de 1% evoluem para casos de mortalidade”, explica a especialista.
 
Entre os cuidados necessários para este retorno está o sistema escalonado de professores e alunos às atividades, separando as salas por pequenos grupos. “Pelo menos oito pessoas sendo um professor e respeitando o distanciamento social de pelo menos 1,5 metro”, sugere a pediatra.
 
A higienização do ambiente deve ocorrer de forma constante, com uso de desinfetante e álcool a cada turno finalizado e a cada final de atividade. Sheilla orienta ainda, que todo espaço deve ser de fácil acesso à pia ou lavatório com água, sabonete líquido e papel toalha disponível para higienização das mãos, sendo estas realizadas de modo corriqueiro.  “A lavagem ou higienização com álcool em gel é fundamental para mitigar a transmissão do vírus”, pondera.
 
Entre os cuidados para evitar a contaminação com a covid-19 está ainda evitar o compartilhamento de material entre os alunos e não levar as mãos ao rosto. “É importante ainda que as atividades recreativas ocorram com crianças do mesmo grupo”, orienta.
 
Em casa

Os cuidados não devem se limitar apenas às dependências da escola, mas ao chegar em casa as crianças devem ser orientadas a seguir alguns protocolos que já eram tomados anteriormente como retirar roupas e calçados e deixar em local isolado, higienizar a roupa escolar com lavagem em separado e banho completo de forma imediata. Nesse caso do banho, no que diz respeito à lavagem dos cabelos, a pediatra afirma que não existe recomendação precisa. “O mais prudente é que façamos a higienização de todas as superfícies que venham do ambiente externo”, opina.
 
Já em relação ao material escolar é importante obter itens que ao chegar da escola possam ser higienizados com álcool em gel a 70% ou líquido.
 
Outras recomendações

A pediatra do Sistema Hapvida, Sheilla Peixoto, reforça que não existe um tratamento precoce contra a covid-19, mas lembra que existem formas de evitar outras doenças comuns durante a vida escolar de uma criança. “Alimentação saudável, hidratação, sono adequado são a melhor forma de se manter uma boa imunidade”, sentencia.
 
Com relação ao uso de vitamina C, a especialista explica que ela é importante para manter as atividades saudáveis das células e que é encontrada amplamente dentro da pirâmide alimentar, principalmente nas frutas e verduras. Já os polivitamínicos a pediatra alerta que se usados em quantidades desproporcionais podem causar problemas a longo prazo, como hipervitaminose, problemas renais e distúrbios metabólicos.

Fonte: Assessoria




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias