Prestigiado por Bruno Cunha Lima folclórico Rafafá "apunhala" Romero e avisa que amigos do ex-prefeito serão degolados da PMCG em janeiro

23/12/2021

Quando suplente de Vereador, durante a gestão de Romero Rodrigues na prefeitura de Campina Grande, o folclórico filiado do PSDB Rafafá foi altamente prestigiado pelo prefeito, que lhe garantiu um ótimo cargo no segundo escalão, onde se manteve até final do Governo.  

Hoje, com seus pouco mais de treze mil votos, Rafafá é suplente de deputado federal e chegou a assumir o mandato por deferência de Pedro Cunha Lima, que numa operação de engenharia política entabulada a quatro mãos - do pai Cássio e do primo Bruno - se licenciou por quatro meses para conspirar contra a ensaiada candidatura de Romero Rodrigues ao Governo do Estado.

No Governo de Bruno Rafafá é diretor de manutenção do Hospital Pedro I, e o que se previa vira realidade: ele desprezou Romero e seu novo ídolo passou a ser o novo patrão, Bruno Cunha Lima.

A serviço do “Rei”, ontem ele publicou em uma rede social uma mensagem em tom de ameaça a aliados do ex-prefeito Romero Rodrigues. Em um grupo de WhatsApp, Rafafá diz que em janeiro muita coisa vai mudar, sugerindo cortes de indicações de Romero na administração municipal.

Na mensagem, avisa que “veremos quem é de grupo e quem tá querendo comer o ‘alheio’”,  apontando que o prefeito atual irá fazer um corte cirúrgico degolando comissionados supostamente ligados ao ex-prefeito, acrescentando: “Não se serve a dois Reis!”.  



Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • 20/12/2021 às 18:21

    Ethiene Montenegro

    Assusta-me mais, na verdade, a incapacidade vernacular de um deputado que representa uma terra de intelectuais como Campina Grande, expressa "nessas mal traçadas linhas". O camarada pode até ser "do babado". Mas ser analfabeto, aí já é desleixo...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias