Pedro Cunha Lima se licencia e campinense Rafafá vai assumir no Congresso Nacional como primeiro deputado federal gay do Nordeste

09/04/2021

O paraibano Pedro Cunha Lima (PSBD) anunciou hoje que vai se licenciar do mandato parlamentar na Câmara Federal a partir desta sexta-feira (09) por 121 dias para tratar de assuntos pessoais e com isto quem assume sua vaga é o suplente Rafael Pereira Sousa, mais conhecido como Rafafá, que chegará na Capital da República ostentando a inédita condição de primeiro deputado federal gay do Nordeste.

Pedro disse que a licença também tem o objetivo de dar a oportunidade a alguém que, por sua história de vida e de luta, merece chegar à Câmara dos Deputados. Ele ressalta a trajetória de Rafafá, que teve uma votação expressiva em 2018 quando tentou ingressar na Câmara Federal e recebeu quase 14 mil votos.

- “É um gesto com quem merece. Por sua origem, determinação e capacidade de trabalho. Faz bem ter espírito de grupo e valorizar, de verdade, quem está ao nosso lado. Tenho plena confiança que ele nos representará muito bem. Na causa animal, que é nossa bandeira, e em outras ações. Tem também um simbolismo que considero importante, e pesou na decisão, pelo espaço que o PSDB compartilha com a diversidade, outra bandeira nossa. Um representante de Campina que vai nos dar orgulho de seu trabalho por toda Paraíba”, disse Pedro.

Rafafá destaca ter pautas e bandeiras prioritárias para defender na Câmara Federal, que vão da causa animal, luta por melhorias na classe dos professores e a inclusão da categoria no grupo prioritário da vacinação contra o coronavírus. A valorização dos enfermeiros e técnicos, retorno das aulas para crianças, a inserção de pessoas com mais de 40 anos no mercado de trabalho e a causa LGBTQIA+ também serão bandeiras de luta, conforme ele detalha.

- “Minha bandeira é o povo. Venho do povo, de família humilde, moro em um dos bairros mais populares de Campina Grande e fico feliz demais por representar minha Paraíba e meus 13.940 votos. Espero que ao longo da minha atuação a população paraibana e também do Brasil saiba que dei uma grande contribuição para que nosso país melhore, dando mais oportunidade e espaço para quem precisa”, afirmou.

QUEM É RAFAFÁ

Natural de Campina Grande, Rafafá já se candidatou a vereador em 2016 e 2020. Em 2018, realizou campanha para o cargo de deputado federal e recebeu 13.940 votos. Na Rainha da Borborema, tem atuação marcada em favor da causa animal, dos direitos da população pobre e nas pautas LGBTQIA+.

Ano passado, convidado pelo então prefeito Romero Rodrigues (PSD), Rafafá assumiu um cargo no Executivo e mostrou bom desempenho na articulação de políticas públicas voltadas para a juventude.

No Congresso Nacional o campinense vai integrar a chamada bancada “arco íris”, juntando-se ao deputado David Miranda (PSOL-RJ), gay, à deputada Vivi Reis (PSOL-PA), bissexual, e ao senador David Comparato (REDE-ES), gay.

O ex-deputado Jean Wills é baiano, mas exerceu o mandato tendo sido eleito pelo Estado do Rio de Janeiro.  

Rafafá se diz bastante feliz e lisonjeado com o gesto de Pedro Cunha Lima em abrir temporariamente mão do seu mandato para que ele possa botar o broche de deputado na lapela.

- “Recebo com muito carinho o gesto do PSDB. A gente está exausto, cansado, e nunca tive uma chance como essa. Eu sou nato do povo. É a primeira vez que alguém tão simples vai representar a Paraíba. Os políticos precisam olhar para as pessoas. Quem tá muito alto não consegue enxergar quem tá no chão”, explica.

Rafafá garante que na condição de deputado vai falar a realidade. “ Eu vou fazer o meu sendo gay. Todos os direitos são iguais. Seja hétero ou gay, todos tem que ser tratados iguais. A gente tem que pedir respeito e respeitar”, concluiu.

Fonte: Da Redação  




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias

Mais Lidas