Suposta agressão a Joice Hasselmann não passaria de uma "História de Trancoso" e delegado paraibano pode provar em versos que a gorducha parlamentar "pirou geral"

02/08/2021

O delegado da Polícia Civil do Distrito Federal, Miguel Lucena, o estimado ”Miguezim de Princesa”, irmão caçula dos jornalistas Tião e Edmilson Lucena, aqui da Paraíba, é o homem encarregado de comandar as investigações sobre o suposto atentado sofrido pela deputada federal por São Paulo, Joice Hasselmann (PSL).

Miguezim está capacitado e pronto para desmontar a fértil imaginação da parlamentar, que não passaria de uma espécie de “História de Trancoso”, algo irreal, fábula, lenda ou, no popular, uma mentira cabeluda.  

Consta (trabalho feito pela Policia Legislativa) que o exame das 16 câmeras e os seguranças do prédio onde a deputada Joice Hasselmann em Brasília mora desmentem sua versão de que o apartamento teria sido invadido por agressores que a deixaram com cinco fraturas no rosto, cortes e dois dentes a menos.

Nenhum estranho saiu ou entrou no apartamento nos dias em que a agressão se deu. Nem a deputada saiu para exames em um hospital, como afirmara.

E aí restam duas linhas aos investigadores: a deputada foi vítima de violência doméstica ou se lesionou para ganhar manchetes ou por razões de natureza psicológica.

O paraibano Miguel Lucena já deu sua opinião profissional sábado (24) e com  muita propriedade afirmou que a investigação deveria começar dentro da casa da deputada, que diz não se lembrar de nada e confirma que o marido e uma empregada se encontravam no interior do apartamento.

Joice já levou para entrevista na TV o seu marido e informou que ele estava em casa, sim, mas dormindo em outro quarto do AP, que isso é uma pratica comum entre os dois: dormem em camas e em cômodos separados.

Lucena lembrou da investigação que comandou em 2015, na 3ª DP do DF, de um homem que se machucava e até deu tiro no próprio pé, simulando “atentados”. Tinha problemas de ordem psicológica, claro.

Agora, poeta popular dos bons que também o é, a expectativa é de que Miguezim faça versos na hora de provar que a gorducha deputada pirou geral e não passa de uma doida dentro dessa “História de Trancoso” tupiniquim...

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias