Pressão da imprensa do Sul sobre droga no avião que matou o filho teria levado Deca do Atacadão a tentar suicídio, mas filho desmente

19/11/2020
O ex-Senador teria entrado em grave crise de depressão
O ex-Senador teria entrado em grave crise de depressão

Grupos de ZAP, um deles o da Associação Campinense de Imprensa (ACI), e vários jornalistas de Campina Grande, informaram ontem no começo da noite com insistência que o empresário e ex-senador Deca do Atacadão havia entrado em grave crise de depressão após a morte do filho em queda de avião no interior de São Paulo, e tentou se matar.

Além da insuportável dor de ter que enterrar o rebento amado, teria contribuído de forma avassaladora para a tentativa de suicídio pelo empresário o fato da polícia ter encontrado nos destroços da aeronave pacotes de cocaína pura, avaliados em mais de R$ 11 milhões, e a forte pressão da imprensa do Sul associando o fato ao próprio Deca, reconhecidamente um mega-empresário de sucesso no País.

Profissionais de credibilidade como Ubiratan Cirne e Márcio Rangel, por exemplo, deram como confirmada a informação, mas foram rebatidos por outros profissionais, um deles o ex-vereador Assis Costa, amigo da família de Deca, que pediu cautela aos confrades.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Márcio Rangel chegou a confirmar a notícia em grupo de ZAP da ACI

Deca estaria internado em um dos hospitais de Campina Grande, mas também essa informação não pode ainda ser checada.  

APALAVRA tentou contato com pessoas ligadas ao empresário, mas todos os que atenderam às ligações se esquivaram de falar alguma coisa e disseram  nada saber. Na casa do empresário, o telefone não atende.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Assis Costa rebateu a notícia com veemência

O DESMENTIDO DO FLHO

Em mensagem no final da noite de ontem enviada a Padre Albeni, apresentador da TV Master e amigo da família, o filho de Deca, Maciel, prestou a seguinte e definitiva informação:

- “Padre Albeni: Boa noite. Tem um áudio aí rodando em Grupos de WhatsApp de um "cidadão se dizendo Cristão" onde relata uma FakeNews a cerca do meu Pai, Deca, afirmando que o mesmo estaria hospitalizado. Se trata de uma Fake News, meu pai assim como minha mãe e meus irmãos estão todos unidos, firmes na Fé e na esperança em Deus para seguir firmes na nossa caminhada terrena.  

Obrigado pela atenção e disponibilidade. Agradecemos desde já pelas condolências e orações.

Maciel”.

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • 19/11/2020 às 13:39

    Bruno Fornelos Araújo

    Conheço está família de longa data meu irmão foi amigo de infância do Marcelo e conheço a idoneidade desta família. Morávamos perto do Campestre e somos uma família humilde nem por isso Deca e toda sua família deixou de receber meu irmão Bernard de braços abertos em sua residência. Não se deve jugar uma pessoa apenas por um ato, devemos ter em vista todo uma trajetória a qual levou esse garoto a escolher esse caminho. E por fim presto meus sinceros pêsames aos familiares

  • 19/11/2020 às 11:29

    Nadja

    Todos unidos pela fé e na esperança de se manterem impunes! Cínicos! Agora sabemos de onde veio o estrume q rega a horta dessa familia - cocaina. E assim se lava o dinheiro imundo nas prateleiras do Atacadao! Povim inutil!

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias