CGU desmente Bruno Cunha Lima e diz que Governo do Estado sempre enviou para Campina Grande número legal de vacinas contra COVID-19

01/06/2021

Auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) hoje divulgada deixa em maus lençóis o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD), desmentido oficialmente da sua acusação de que o Governo João Azevedo estaria sonegando o número correto do envio de vacinas contra a COVID-19 para o Município.  

Contestada várias vezes pelo prefeito, a distribuição de vacinas contra a COVID-19 na Paraíba ocorreu com lisura e de forma correta, afirma a CGU.

Bruno Cunha Lima reclamou publicamente de que o Governo do Estado enviou para Campina Grande 3.489 doses a menos do que deveria, suspeita que acabou não sendo confirmada na investigação feita pela CGU.

- “Em que pese terem sido encontradas variações nos percentuais de cobertura vacinal, com base nos dados apresentados pela GEVS/SES/PB, não foram encontradas evidências de que esses municípios tenham sido beneficiados ou prejudicados indevidamente, assim como não foi evidenciada a quebra da proporcionalidade das doses distribuídas no Estado”, diz trecho do relatório.

Para a CGU, a secretaria estadual de Saúde cumpriu o Plano Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde, que a cada remessa para os estados envia o quantitativo de doses que cada município irá receber.

Confira, o relatório na íntegra:



Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • 01/06/2021 às 21:28

    José Helvécio dos Santos

    Mas que mania desse povo de contrariar Sua Majestade, o Imperador Bruno I!...Até parece conspiração...

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias