Bruno anuncia que Prefeitura de Campina Grande vai recuperar o Cine Capitólio e confirma a criação da Fundação Municipal do Patrimônio Histórico

27/04/2021
Prefeito critica inércia do Instituto do Patrimônio Histórico do Estado em relação às demandas do Município
Prefeito critica inércia do Instituto do Patrimônio Histórico do Estado em relação às demandas do Município

A estrutura do antigo Cine Capitólio, danificada e que há anos corre o risco de ruir, será recuperada pela Prefeitura de Campina Grande. O anúncio foi feito pelo prefeito Bruno Cunha Lima ao participar, por telefone, do Programa Balanço Geral, da Rádio Correio FM, na noite desta quinta-feira (22). Segundo Bruno, as medidas necessárias à concretização desta meta vêm sendo tomadas, a começar pela instalação da Fundação do Patrimônio Histórico de Campina Grande.

O prefeito explicou que atualmente o patrimônio histórico campinense, no qual se inclui o Capitólio, é gerido por órgãos como o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (IPHAEP), que até hoje não liberou aquele espaço para ações de reforma ou restauração, nem orientou no sentido de como isto poderá ser feito. O IPHAEP é o responsável pelo tombamento do Capitólio.

Diante dessa realidade, com a futura fundação local anunciada, o Município terá autonomia para gerir o seu próprio patrimônio. “Vamos, então, a partir desta iniciativa recuperar o Capitólio, equipamento histórico localizado no Centro, mas que hoje representa um mero “caixote”, com quatro paredes prestes a ruir”, acrescentou.

Na visão do prefeito, como o atual IPHAEP não libera a recuperação do espaço, como também não aprova os projetos já existentes ou fornece as devidas orientações neste sentido, o próprio Município, por meio da fundação em vias de criação, vai ter autonomia para dar uma destinação ao que ainda resta do Cine Capitólio, atendendo-se, com isso, a um justo clamor da população campinense, que espera há muitos anos para que esse projeto seja finalmente concretizado.

Reedição de obras históricas

Ainda durante a entrevista, o prefeito informou que existe um projeto para a reedição de obras famosas com o relato da história política e administrativa de Campina Grande, sendo este o caso da série de livros de autoria do historiador Josué Sylvestre. Também serão republicadas, ainda, obras escritas pelo saudoso prefeito de Campina Grande, Elpídio de Almeida.

Segundo Bruno Cunha Lima, esta também será uma forma de homenagear os escritores que dedicaram o seu talento ao relato dos principais acontecimentos da vida política local, como também registraram a contribuição dos que ajudaram no processo de desenvolvimento da Rainha da Borborema.

"Precisamos, como isto, recuperar e preservar a nossa história. Afinal, quem não sabe reconhecer o passado é incapaz de construir o futuro", concluiu o prefeito.

Fonte: Codecom




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias