Covid-19 nos EUA: chefe de agência federal alerta para "catástrofe iminente" com aumento de casos

30/03/2021
A chefe da agência de saúde pública dos EUA, Rochelle Walensky, diz que está "com medo"
A chefe da agência de saúde pública dos EUA, Rochelle Walensky, diz que está "com medo"

Uma cientista do alto escalão do governo americano alertou que os Estados Unidos enfrentam uma "catástrofe iminente" com o aumento dos casos de coronavírus e internações hospitalares em todo o país.

A diretora do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), a agência de saúde pública dos EUA, falou sobre seus temores em uma reunião na Casa Branca.

"Vou refletir sobre o sentimento recorrente que tenho de catástrofe iminente", disse Rochelle Walensky. "Temos tantos motivos para ter esperança, mas agora estou com medo."

Os novos casos da covid-19 chegaram à marca de cerca de 60 mil por dia na semana passada, um aumento de aproximadamente 7%, de acordo com o CDC.

Na segunda-feira, o presidente Joe Biden fez mais um apelo aos governadores para tornarem obrigatório o uso de máscaras em locais públicos.
Ele também prometeu que em meados de abril 90% dos adultos americanos poderão receber a vacina.

Walensky disse que não queria que os EUA enfrentassem outro pico de casos e mortes, como aconteceu em muitos países europeus.

Os casos aumentaram de forma particularmente rápida em Michigan e no nordeste do país, incluindo Connecticut e Nova York, de acordo com o jornal New York Times.

Falando em um discurso na TV da Casa Branca, o presidente Biden fez um apelo aos governadores estaduais para reintroduzir leis que exigem que os cidadãos usem máscaras.

As regras do coronavírus nos EUA variam de Estado para Estado, com alguns governadores impondo restrições muito mais rígidas do que outros.

"Se baixarmos a guarda agora, podemos ver o vírus piorando, não melhorando", disse Biden.

Ele também disse que o programa nacional de vacinação dos EUA está adiantado.

Biden prometeu que a partir de 19 de abril 90% dos adultos americanos poderão receber uma dose da vacina e terão acesso a um centro de vacinação a menos de dez quilômetros de suas casas.

Biden disse que todos os adultos americanos poderão se inscrever para uma dose até 1º de maio.

Um em cada cinco adultos foi vacinado com todas as doses, de acordo com o CDC. Isso inclui quase todos os americanos com mais de 65 anos.

As regras sobre quem é elegível variam em cada Estado, mas na maioria dos lugares a prioridade é dada aos profissionais de saúde e aos com mais de 65 anos. Em alguns Estados, incluindo Geórgia e Arizona, os maiores de 16 anos agora podem receber uma injeção, de acordo com o New York Times.

Biden exortou os americanos, entretanto, a aderir às diretrizes sobre distanciamento social e uso de máscaras.

"Lute até o fim", disse ele. "Não desista agora."

Fonte: BBC




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias

Mais Lidas