Instituto Histórico de Campina Grande inaugura memorial Elpídio de Almeida nesta segunda-feira

17/12/2020
Ângelo Rafael e Vanderley de Brito de "mangas arregaçadas" na organização do mobiliário do museu
Ângelo Rafael e Vanderley de Brito de "mangas arregaçadas" na organização do mobiliário do museu

O Instituto Histórico de Campina Grande (IHCG) inaugura no próximo dia 21 de dezembro, às 19 horas, o ‘Memorial Elpídio de Almeida‘, primeiro dos espaços que irão compor todo o acervo da "Casa da Memória da Rainha da Borborema" a ser implantada, e que futuramente será ponto de visitação para estudiosos, turistas e visitantes que desejarem conhecer a fundo a história de Campina Grande.

O memorial é o pontapé inicial de um trabalho de preparação feito durante anos e que agora começa a tomar forma. O presidente do Instituto, professor Vanderley de Brito, que foi reconduzido ao cargo no último mês de novembro, ressalta a importância do trabalho do IHCG para a cidade:

- “Estamos dando continuidade a um projeto, iniciado há dois anos, que visa a consolidação do Instituto Histórico enquanto ‘Casa de Memória’ para a cidade. O primeiro passo foi conseguir uma sede à altura da instituição, agora estamos instalando esta sede e a inauguração do Memorial Elpídio de Almeida, que se configurará em instrumento didático ao conhecimento e à valorização da memória local, será o marco inicial dos serviços que o IHCG pretende disponibilizar a sociedade campinense. Ainda há muito a fazer nestes próximos quatro anos que temos a frente da diretoria, como instalar o centro de documentações, a biblioteca, a hemeroteca e o auditório, para que a Casa do IHCG possa não só guardar e zelar o patrimônio de registros históricos da cidade, mas também permitir que estudiosos e interessados possam acessar estes documentos e participar da dinâmica em prol do desenvolvimento memorialista do município de Campina Grande”, disse Vanderley.

Todo o trabalho de ambientação do memorial e recuperação do acervo foi desenvolvido pelo Curador de Exposições do Instituto Histórico de Campina Grande, Angelo Rafael.

- “Curador quer dizer cuidar. E o cuidado, estudo e pesquisas inspiraram a condução do início do Memorial Elpídio de Almeida. Não é uma elegia à saudade. É memória, que resgatada e preservada, faz parte do conjunto de pilares que seguram o frontispício de um templo, neste caso, a nossa história. A composição segue uma linha contemporânea, com alusões e objetos do passado, que como um novelo de lã, apenas inicia-se a desenrolar. Composta de mobiliário, que foram higienizados e restaurados, objetos do cotidiano do médico, historiador, político e humanista, objetos pessoais, livros raros, correspondências e fotografias. Adentrar neste pequeno espaço se percebe a grandeza que está por vir, como adendo, dos mais importantes do IHCG. Sem data para terminar, a curadoria será viva e crescente, pois quando se fala do Honorável Doutor Elpídio, se fala de Campina Grande”, disse o curador.

O evento contará com a presença de autoridades e convidados especiais e seguirá todos os protocolos de segurança recomendados.

Fonte: Ascom IHCG




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias