"Habeas Pinho" de Ronaldo Cunha Lima é adulterado e usado sem autoria em questão do ENEM

19/01/2021

Coube ontem ao ex-senador paraibano Cássio Cunha Lima usar as redes sociais para lamentar o uso do poema “Habeas Pinho”, do pai Ronaldo Cunha Lima, em uma questão do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM).  

O assunto poderia ser saudado com alegria, mas o fato é que o poema do ex-governador e poeta estaria adulterado e sem a identificação da autoria, o que é realmente uma lástima.

De acordo com Cássio, é uma honra que o ENEM tenha usado o poema do pai, mas o “poema-petição” foi transcrito na questão do ENEM de forma adulterada, sem identificação do autor e tratado como cordel, embora a questão remeta ao site Migalhas, no qual está publicado de forma correta.

Confira o poema original na página citada por Cássio:

https://migalhas.uol.com.br/quentes/7975/habeas-pinho

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • Essa matéria ainda não tem comentários realizados e você pode ser o primeiro a comentar.

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias