COVID-19 mata em Recife empresário e médico campinense Gessner Caetano

25/08/2020

Há praticamente um mês internado no Hospital Português do Recife, acometido da COVID-19, o médico e empresário campinense Gessner Caetano morreu no fim da tarde desta terça-feira (25).

Conforme APALAVRA noticiou, seu estado evoluiu no fim de semana de GRAVE para GRAVÍSSIMO e ele acabou não resistindo aos procedimentos médicos programados pela equipe que o assistia.

No dia 30 de julho, Gesner conversou com jornalistas do portral ‘Polêmica Paraíba’ quando confirmou a infecção pelo novo coronavírus e falou em “esperança” na recuperação. Informou que teve sintomas como diarréia e falta de ar, mas que no hospital o quadro se estabilizou. “Sentimento de muita emoção por estar me recuperando. Estou me recuperando bem”, disse ele na ocasião.

Dias atrás, mandou fotos na UTI para amigos informando o seu quadro e, esperançoso, classificou o mal como “transtornante”.

De raízes familiares em Patos e Campina Grande, o profissional de tradição reconhecida no estado foi diagnosticado com insuficiência renal e pneumonia causados pelo novo coronavírus.  A doença atingiu o sistema renal do paciente. Nos últimos dias, ele apresentou um quadro infeccioso grave e chegou a apresentar sangramentos pelo nariz.

Gesner Caetano foi candidato deputado federal em 1994, sendo um dos favoritos para a disputa daquele ano. Na época, ele foi acusado de uma suposta compra de votos em troca de veículos, fato que o enfraqueceu na política. Nunca ficou comprovado o envolvimento dele com as supostas irregularidades.

Fonte: Da Redação




Comentários realizados

  • 26/08/2020 às 08:48

    Fernando Jorge Gonçalves

    Rip. Paz à sua alma. O teu irmão português te tem para sempre no coração

  • 26/08/2020 às 08:16

    Maria

    Estão dizendo que é mentira da morte do Dr Caetano?

Deixe seu Comentário

Seu endereço de e-mail é de preenchimento obrigatório, mas não se preocupe que não publicaremos. Seu comentário será moderado pelo administrador do site e só será divulgado após isso.*


Outras Notícias