Raposa precisa esquecer fantasmas de 2016 para seguir dependendo apenas de si

Campinense se complicou após empatar em casa contra o Flu de Feira (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)
Campinense se complicou após empatar em casa contra o Flu de Feira (Foto: Silas Batista / GloboEsporte.com)

Precisando vencer as duas partidas que restam na primeira fase para se classificar para o mata-mata da Série D de 2017 sem depender de nenhum outro resultado, o Campinense se prepara para enfrentar fora de casa o Itabaiana. Um clube que remete à Raposa velhos fantasmas, já que foram os sergipanos que eliminaram os paraibanos na temporada passada, encerrando com a terceira tentativa seguida do clube rubro-negro de retornar à Série C.

No ano passado, o jogo era pela terceira fase. O Campinense venceu o jogo de ida dentro de casa por 2 a 0 e à época poderia perder por até um gol que se classificaria. Mas não conseguiu segurar o rival, que devolveu o resultado e levou a disputa para os pênaltis. Nas cobranças, 4 a 3 pelos sergipanos.

Já agora, em 2017, os dois clubes voltam a se enfrentar, desta vez ainda na primeira fase. Na primeira vez que os dois times se enfrentaram, inclusive, a vitória foi raposeira, por 1 a 0. E agora o jogo é na casa do time sergipano. O próximo é no domingo, no Estádio Etelvino Mendonça, mesmo local da eliminação do ano passado.

E a Raposa chega ao momento decisivo num momento extremamente delicado. O time vem de uma derrota, uma vitória e dois empates. Nesta ordem. Que lhe deixa com cinco pontos, a três pontos de distância do líder, o Flu de Feira. E seguido de perto por Itabaiana e Atlético-PE, que estão com quatro pontos.

Com o equilíbrio no Grupo A8, A Raposa não pode tropeçar. Porque uma derrota lhe tira da zona de classificação e pode deixá-lo, inclusive, como lanterna do grupo.

Quem passa?

Ainda que não alcance a liderança, o Campinense tem chance de classificação caso se garanta entre um dos melhores segundos colocados da primeira fase da competição. O regulamento da série D prevê que o campeão de todos os grupos, além dos 15 melhores segundos colocados dentre 17 grupos existentes.

Atualmente a Raposa é o 13º melhor vice-líder entre todos os grupos. Está no limite. Porque está empatado em todos os critérios com Surupi e São francisco. Só a Desportiva-ES e o Sousa são segundos colocados piores, mas isso mesmo apenas porque tem um gol pró a menos cada um). Todos esses têm cinco pontos marcados.

Se a segunda-feira após o empate contra o Fluminense-BA foi de folga para os jogadores do Campinense, a terça-feira será de muito trabalho para o elenco comandado por Aílton Silva. A reapresentação do atletas está prevista para acontecer nesta tarde, no Estádio Renatão.

Fonte: Globoesporte




Comentários


Comentar


Sidebar Menu