Concerto na Indústria: ação cultural do SESI contribui para o aumento da produtividade nas empresas



Boa música e instrumentos clássicos são a matéria-prima do quarteto que a partir desta quinta-feira, 13, irá percorrer empresas da Paraíba com a missão de levar música para o “chão de fábrica”. É o projeto SESI Concerto na Indústria, uma ação nova que abriu a programação cultural do SESI em 2017.

A primeira empresa a ser contemplada com o projeto foi a Indústria Tess, instalada no Distrito Industrial de Campina Grande (PB). A empresa abriu suas portas para o SESI, no intervalo de almoço. Cerca de 150 funcionários sentaram para ouvir o repertório do concerto que contemplou músicas do clássico ao popular.

Nesta primeira apresentação, o SESI homenageou o maestro carioca, César Guerra Peixe, o compositor e instrumentista cearense, Humberto Cavalcante Teixeira, o paraibano Severino Dias de Oliveira (Sivuca) e Chiquinha Gonzaga.

O objetivo do projeto é levar música de qualidade para os trabalhadores das indústrias e despertar neles o interesse pelos bens culturais como forma de agregar valor à qualidade de vida destes trabalhadores.

A meta do projeto será atender 10 empresas e aproximadamente mil trabalhadores na Paraíba, até dezembro deste ano. O concerto deverá percorrer cidades do litoral ao sertão, especialmente aquelas onde estão localizadas as Unidades do SESI.

O concerto será levado às indústrias por músicos profissionais que apresentarão um repertório eclético, do clássico ao popular, abrangendo vários estilos e ritmos a cada apresentação. “Um dia também sonhei em ser músico no "chão de fábrica". Eu trabalhava em linha de produção quando despertei para a música e decidi ir em busca do meu sonho”, contou Fabrício Ferreira, músico profissional e coordenador artístico do quarteto que se apresenta nas indústrias.

“Este projeto é de grande importância para as empresas. Enquanto departamento de Recursos Humanos acreditamos na força cultural do projeto que está dando a oportunidade destes trabalhadores conhecerem boa música. São pessoas que não estão acostumadas com o estilo clássico e através desta ação podemos despertar neles o interesse por grandes compositores”, falou a gerente de Recursos Humanos da Indústria Tess, Andrea Leão.

Estudos e pesquisas científicos já comprovaram que a música é um excelente fator para o aumento da produtividade, uma vez que a depender dos sons emitidos, ela contribui para melhorar a concentração e a criatividade, além de diminuir a tensão.

Um estudo publicado pela Revista Neuroscience of Behavior and Physiology identificou que em uma linha de montagem, os funcionários que ouviam música durante o expediente de trabalho, cometiam menos erros e trabalhavam mais rapidamente.

Em 2014, uma pesquisa feita pela Universidade de Miami (EUA), através do Departamento de Musicoterapia, também indicou que ouvir música durante o expediente de trabalho pode aumentar a produtividade do funcionário. O estudo foi feito com profissionais de tecnologia e, em geral, aqueles que costumam fazer uso de trilha sonora no trabalho terminam suas tarefas mais rápido e têm ideias melhores, porque o som altera positivamente o humor.

As próximas apresentações do Concerto na Indústria estão marcadas, de forma respectiva, para os dias 18, 20 e 28 nas empresas Rava Embalagem, em Cabedelo; Coteminas, em Campina Grande e ASA Vitamilho, também em Campina Grande.

Para conhecer mais sobre o projeto, os interessados devem entrar em contato pelos telefones (83) 2101-5357/ 5352.

Fonte: Fiep




Comentários


Comentar


Sidebar Menu